quarta-feira, 27 de julho de 2016

AMORECA Comemora Semana do Motociclista

Exposição estará aberta ao público até sábado, 30.

Associação dos Motociclistas da Região de Caratinga 
realiza programação. Exposição está sendo realizada 
na Casa Ziraldo de Cultura CARATINGA 

 A Associação dos Motociclistas da Região de Caratinga (Amoreca) está realizando uma programação especial alusiva à “Semana do Motociclista”. O registro das aventuras e demais artigos que ilustram a rotina destes motociclistas estão em exposição na Casa Ziraldo de Cultura desde ontem e seguem até o sábado (30), de 8h às 18h. 
A Associação foi fundada há seis meses e já conta com 30 participantes, que fazem parte dos motoclubes Shrek e Fiona do Asfalto, Somos Impossíveis, Espalhados, Autoridade do Brasil, Serelepes do Asfalto, Quarteto Fantástico, Muriqui, Estradeiros do Leste, Bodes do Asfalto, Moto Tour, Fandemoto, Roda Amassada, Monarcas do Asfalto e Perdidos do Asfalto. Estão em exposição botons utilizados por motociclistas, troféus recebidos no Brasil e no exterior, fotos de viagens realizadas pelos grupos e trabalhos sociais junto a entidades da região. 
A Semana Nacional do Motociclista segue sua programação. Ontem, aconteceu um culto na comunidade Águas Vivas, às 19h30. A programação tem continuação na sexta-feira (29), com missa de ação de Graças no Santuário, às 19h. No sábado (30), acontecerá blitz educativa na Praça Getúlio Vargas, às 10h e no domingo (31), o encerramento será com um café de confraternização na Loja Kyoto Yamaha, motociata e almoço dos motociclistas na Casa de Festas Império. 
A conselheira da AMORECA e diretora-geral do “Espalhados” em Minas Gerais, Geralda Mafra Silvério, foi uma das responsáveis por organizar a exposição. Ela é a única motociclista da Associação e afirma que seu sonho sempre foi pilotar, tanto é que tirou sua carteira de habilitação aos 49 anos de idade. “Vou pra todo lugar, sou apaixonada por moto, era meu sonho. Tem três anos que faço parte do motoclube. Batalhei cinco anos pra pagar a minha moto. Depois coloquei na minha cabeça que seria motociclista. Teve uma época que quase desisti, sofri um acidente muito violento e o médico disse que eu iria perder a minha perna. Mas, depois que saí, insisti e hoje sou motociclista reconhecida em rede nacional. 
Hoje, com 56 anos, realizei meu sonho”. Geralda afirma que não pretende parar e seu próximo objetivo é realizar sua primeira viagem ao exterior, sobre duas rodas. Para isso, precisou trocar a motocicleta que usava desde sua habilitação por uma mais potente. Agora é só esperar o veículo chegar e pegar a estrada. “Essa é a segunda vez que muda de moto, tinha uma 150. Nessa semana do motociclista estou sem moto. Vendi porque comprei outra de potência maior para ir para a Argentina, ano que vem. Na reta, a 150 acompanha, mas, na subida não. E nós somos companheiros, ninguém deixa ninguém pra trás, então, me senti incomodada com isso e troquei. Essa será a primeira vez que vou com eles pra fora do Brasil, estou animadíssima. E ainda pretendo ir pra Patagônia. Amo aventura”.

Fonte e fotos: Diário de Caratinga / edição de 27/07/2016

Geralda fala de sua paixão por motos

Troféus também estão expostos

Junto com registros fotográficos das viagens

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Exposição de Fotos e Troféus Em Comemoração Semana Nacional do Motociclista na Casa Ziraldo

Exposição fotográfica da AMORECA
Associação do Motociclistas de Caratinga

Dentro das comemorações da Semana Nacional dos Motociclistas











Abertura hoje, às 20 horas na Casa Ziraldo de Cultura
Aberta ao público até o dia 29/07/2016.

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Caricaturas do Zacarias de "Os Trapalhões" em Exposição na Casa Ziraldo de Cultura

Exposição será inaugurada neste sábado, às 9 horas

 Abre neste sábado, 09 de julho, às 9 horas, na Casa Ziraldo de Cultura, a exposição de caricaturas, “Zacaricato – Zacarias: O eterno Trabalhão” reunindo grandes nomes da caricatura do Brasil.
 Para o cartunista Edra, Diretor da Casa Ziraldo de Cultura, esta parceria entre o Salão de Humor de Caratinga e o Festival Veredas de Humor de Sete Lagoas, abre uma canal de atividades culturais entre as duas cidades mineiras, que cultuam os valores de seus filhos ilustres, Ziraldo e Zacarias. 
 Caratinga é a primeira cidade que recebe esta mostra fora de Sete Lagoas. A exposição “Zacaricato - Zacarias: O eterno Trapalhão”, é composta atualmente por 41 caricaturas do humorista, Mauro Faccio Gonçalves (Zacarias). 
 Essas obras foram produzidas por caricaturistas brasileiros e estrangeiros que doaram seus direitos de imagem ao Memorial Zacarias em Sete Lagoas (Terra natal do humorista). Originalmente a exposição foi criada pelo curador de arte Dmtrius Cotta/ Diretor do Departamento de Galerias de Arte da Secretaria Municipal de Cultura e Juventude de Sete Lagoas e compunha uma das três paralelas do 1º Festival Internacional Veredas de Humor promovido pelo Instituto Veredas de Cultura e Multimídia em 2015. 
 O Memorial – de acordo com o curador e diretor do DEGAR - continuará permanentemente a receber contribuições de outros cartunistas que sensibilizarem com esse apelo pelo e-mail: galeriamyralda@gmail.com 

São participantes atualmente do acervo: Amorim – André Camargo - André Mazio – Aragão – Beto - Bira Dantas – Bruno Lanza – Camilo - Capucci Jr. – Carol Cunha – Dmtrius – Edra – Élcio Prado – Elisa França – Evaristo Ramos – Genin – Israel Felix – Jal – Jorge Inácio – Jorginho – Junior Lopes – Jindelt - Leite - Mancha – Moacir Torres – Mello - Moisés – Osmar Ritt – Paulo Roberto – Quinho - Sete – Rangel – Raraki – Ricardo Bello – Sara Sene – Toni D’Agostinho – Toscano – Trilho César – Ulisses – Waldez – Willian. 

 A exposição ficará aberto ao público até o dia 15 de junho 

 Data: 09 de Julho (sábado) Hora: 9h às 11h
 Local: Casa Ziraldo de Cultura









Desenhos de grandes nomes da caricatura nacional


segunda-feira, 27 de junho de 2016

Livreto "Minha Terra Tem Palmeiras", Com Fotos de Caratinga, Disponível na Casa Ziraldo

Livreto postal traz fotos destacando pontos turísticos,
monumentos culturais, entidades, patrimônios
 e pontos culminantes de Caratinga, 

Cartunista Edra, Diretor da Casa Ziraldo de Cultura,
é o autor do projeto. 

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Fotos Antigas de Caratinga e Famílias Tradicionais, Em Exposição na Casa Ziraldo de Cultura

Praça Cesário Alvim / Caratinga na década de 30.

Mostra reúne 80 fotografias de Caratinga, 
a partir do ano de 1905, e de famílias tradicionais

Em comemoração aos 168 anos de Caratinga, a Prefeitura, por meio da Casa Ziraldo de Cultura, inaugurou na manhã de segunda-feira (13) a Exposição Fotos Antigas da Cidade e de Famílias Tradicionais de Caratinga
A mostra reúne mais de 80 fotografias do acervo particular do colecionador José Brisce Neiva Filho, de 55 anos, que desde os oito anos coleciona fotografias, somando hoje cerca de 1500 imagens. No acervo constam documentos como atas e certidões de compra e venda de escravos e diversos objetos antigos. 
“Comecei colecionando selos comemorativos. Aos 13 anos ganhei a primeira fotografia antiga do Fórum de Caratinga em construção, em 1935. Naquela época, descobri, também, nos guardados de minha mãe uma série de fotos antigas de nossa família e da cidade de Manhumirim, terra natal dela. Juntei todas aquelas fotos e comecei a catalogar, descobrindo datas e nomes de pessoas. De lá para cá, aumentou o meu prazer pelas coleções e o meu acervo particular vem só crescendo.” 
Brisce conta que não é tarefa fácil montar uma exposição. “Para essa Mostra tive a preciosa colaboração de minha esposa, Jocilene Silva Neiva. Juntos gastamos muitas horas preparando as fotos das famílias tradicionais de Caratinga, inéditas, que trazemos pela primeira vez ao público. 
A exposição está concorrida, pois todas as pessoas gostam de ver fotografias e descobrir se há, entre os retratados, pessoas com grau de parentesco”. Este foi o caso de Milton Roberto Mangelli, 80. “Eu me descobri em uma foto antiga. Nesta foto podemos ver um dos primeiros carros que chegaram a Caratinga e que eram motivo de atração na cidade. Esta foto não tem preço porque ela conta a história daquela época, retrata pessoas que já faleceram. A fotografia nos traz muitas emoções”. 
Geralda Pereira Campos Peçanha, 78, moradora do Centro diz que entrou por curiosidade, quando passava na calçada e percebeu que havia exposição de fotos. “Todas as fotografias são interessantes e se forem antigas, mais atrativas se tornam”. Geralda identificou em uma fotografia antiga da Praça Cesário Alvim a entrada para a Rua João Pinheiro. “Foi nesta rua que nasci. É muito bom ver preservada uma fotografia daquela época”, comenta. 
Brisce conta que o convite para a exposição partiu do diretor da Casa Ziraldo de Cultura, cartunista Edra. “Esta mostra é uma forma de resgatar, mais uma vez, a História de Caratinga e de homenagear as famílias tradicionais, aquelas pioneiras, cujos nomes de membros familiares batizaram logradouros, como D. Maria Catarina Cimini, nome conhecido de uma das avenidas mais conhecidas”, cita Edra. 
O diretor da Casa Ziraldo também comenta que todas as fotografias de Brisce são muito atrativas. “É sempre com muita alegria que a Casa Ziraldo abre suas portas para esta exposição, que é garantia de sucesso pelo seu apelo saudosista e de grande importância pelo registro histórico. Uma viagem no tempo, um presente para nossa cidade em seu aniversário de 168 anos”. 
Edra acrescenta que este tipo de exposição é um evento que agrada a todos. “Temos de ressaltar o trabalho abnegado realizado pelo José Brisce aos longos destes anos. Ele nos brinda com estes registros tão interessantes, pois nós gostamos de apreciar coisas e fatos antigos, mas são raríssimas as pessoas que conservam ou fazem algo por esta causa, por isso José Brisce merece nosso reconhecimento e os nossos aplausos”. 

Visitação de alunos de Santo Antônio do Manhuaçu 

Na manhã de quarta-feira (15) três professoras, Elizabete Rodrigues da Silva Penna, Alexandrina Corrêa da Cunha e Maria da Penha Maciel, juntamente com a supervisora Educacional, Adriana Pereira Penna, levaram 29 alunos da Educação Integral da Escola Estadual Antônio Penna Sobrinho para uma visita a Casa Ziraldo de Cultura. 
“Esta Casa está cheia de riquezas culturais e históricas, e isso chamou a atenção dos nossos alunos, pois eles não ainda conheciam este espaço. Todos nós saímos daqui com uma boa impressão porque, além das informações sobre o Ziraldo, prestadas por Edra, ainda vimos uma fotografia da família Alves Pinto, com o Ziraldo muito jovem”. 
O aluno Pedro Henrique Felipe Pereira, 11, comenta que gostou do passeio. “Eu não sabia que eles tinham guardado tantas fotos antigas. Nós viemos pesquisar sobre o Ziraldo, mas aprendemos muitas coisas sobre a cidade de Caratinga também”. 

Casa Ziraldo de Cultura 
Segunda à sexta-feira, de 9h às 11h e de 13h às 17h.
Sábados e Domingos: de 9h às 12h
Avenida Benedito Valadares, 15, Centro.
Grupos poderão agendar visitas pelo telefone (33) 3329-1825

Fonte: DECOM / Prefeitura de Caratinga

Edra, José Brisce e a supervisora educacional Adriana Pena.

Milton Roberto se identifica numa fotografia.

Edra fala com os alunos da E.E. Antônio Pena Sobrinho,
do distrito de Santo Antônio de Manhuaçu.

Alunos do projeto "Educação Integral" da E.E. Antônio Pena
 Sobrinho em visita agendada a Casa Ziraldo de Cultura.













segunda-feira, 13 de junho de 2016

Encerrada a 2ª Campanha de Agasalhos / 2016

Agasalhos serão destinados a pessoas carentes.

A presidente do GEDIC - Grupo Espírita Dias da Cruz, Cinthya Calili, recebeu as 130 peças (incluindo roupas e calçados) arrecadadas pela Casa Ziraldo de Cultura na campanha de 2016 "Aqueça o seu coração. Doe um Agasalho". 
A campanha foi uma realização da Estação Cultural de Caratinga, com o apoio da Prefeitura de Caratinga, através da Casa Ziraldo de Cultura. Essa foi a segunda edição da campanha e a entrega aconteceu na tarde da última sexta, 10, na Casa Ziraldo de Cultura. O trabalho de arrecadação teve início no dia 2 de maio, coordenado pelo diretor, Élcio Danilo Russo Amorim, o Edra. 
O Grupo Espírita Dias da Cruz tem atuado no atendimento aos necessitados, com o fornecimento de almoços diariamente para migrantes (andarilhos) e pessoas em situação de rua. A refeição é precedida de uma leitura evangélica. Estima-se que sejam atendidas diariamente, a média de 50 pessoas. Aos sábados são oferecidos almoços às crianças carentes e respectivas famílias após aulas de moral Cristã e Palestra para as mães assistidas, com atendimento médio de 90 pessoas. 

Os 60 anos da Cantina “Áurea Rezende Coutinho” 

 A “Cantina Áurea” foi fundada em 1956 por Manoel Ribeiro Sobrinho, nas dependências da antiga serraria de sua propriedade, situada à Rua São José (hoje Avenida Moacir de Mattos), sendo uma “Casa de Sopa” com o nome de “Áurea Rezende Coutinho” numa bela homenagem à D. Áurea e à sua exemplar conduta e caridade cristã. Áurea Rezende Coutinho, esposa de Omar Coutinho havia falecido naquele ano de 1956. 
Em 1965, com o falecimento do presidente do Grupo Espírita “Dias da Cruz”, José Viana Coutinho (Nhonhô Coutinho), Manoel Ribeiro Sobrinho assumiu a presidência e transferiu a “Cantina Áurea”, da serraria para os fundos do Grupo Espírita “Dias da Cruz”, onde funcionava o extinto Albergue Noturno “Jovita Campos”, que era uma obra assistencial do Grupo Espírita “Dias da Cruz”. 
Em 1972, o Grupo, sob a presidência de Omar Coutinho e de Dr. Albano Seixas (da cidade de Campos-RJ), contando com uma equipe de diversos colaboradores, entre eles o médium Antonio José de Sales, planejavam com entusiasmo a reconstrução da sede do Grupo e da “Cantina Áurea”com entusiasmo a reconstrução da sede do Grupo e da “Cantina Áurea”, mas faleceu em 1974, antes do início das obras. Maria Coutinho Muniz, filha de Omar Coutinho assumiu a presidência do “Dias da Cruz”, nomeada para o cargo por orientação espiritual do médium Francisco Cândido Xavier. 
Com as mortes, Omar Coutinho em 1974 e doutor Albano Seixas, em 1975, não puderam realizar a obra propagada. João Coutinho (neto do fundador e filho de Omar Coutinho) tornou realidade o projeto do pai, doando a reconstrução planejada. 
Em 1977, João Coutinho, membro do Grupo Espírita “Dias da Cruz” e neto do fundador da entidade Espírita, João E. de Azeredo Coutinho, realizou o sonho de seu falecido pai Omar Coutinho, reconstruindo definitivamente a sede do Grupo Espírita e do barracão da “Cantina Áurea”, tendo sempre ao seu lado, como incentivadora a idealista irmã Maria Coutinho, que administrou a obra. Maria Coutinho Muniz dirigiu a “Cantina Áurea” de 1972 até 24 de agosto de 2015, quando faleceu. 
Dona Maria Coutinho legou à comunidade espírita-cristã caratinguense, todo um belo exemplo de trabalho e abnegação em favor dos mais carentes por meio da “Cantina Áurea”, que é um Departamento de Assistência aos Necessitados, do Grupo Espírita “Dias da Cruz”. A partir de setembro de 2015, Cinthya Calili Rezende Lima é a presidente do Grupo Espírita “Dias da Cruz” e dirigente eleita da “Cantina Áurea”.